É possível fazer curso de idioma no exterior!

Sim, você pode contratar aqui do Brasil um curso de inglês, espanhol, alemão, francês, italiano, japonês e até russo! Esses programas de intercâmbio de estudo geralmente ocorrem onde o idioma oficial do país é o que se quer aprender e essa é uma das maneiras mais rápidas.

 

Para aprender qualquer língua, não é preciso ter nível avançado, basta querer aprender! O ideal é que tenha o conhecimento básico que se quer estudar, isso irá facilitar a sua adaptação no país e também o aproveitamento em sala de aula.

 

programa de curso de idiomas é bem flexível e você pode escolher onde fazer o curso, quando começar e por quanto tempo quer estudar (geralmente o mínimo são 2 semanas). As escolas oferecem data de início todas as segundas-feiras do ano a partir do nível básico e você pode decidir quando quer começar.

 

Para quem nunca estudou, na maioria das vezes tem data de início uma vez por mês, e a data varia de destino para destino, de escola para escola. Nesses casos o planejamento precisa ser um pouco mais cuidadoso, para programar o tempo de processamento da matrícula e do visto, para que tudo fique pronto dentro do prazo para viajar na data certa. Em caso de atraso, terá que adiar a viagem para o próximo mês ou data disponível, além de pagar uma taxa adicional por alteração.

 

Por exemplo, para estudar inglês é possível realizar intercâmbio nos Estados Unidos, Canadá, África do Sul, Irlanda, Reino Unido, Malta, Austrália e Nova Zelândia, em alguns países há opções de curso em mais de uma cidade.

 

Quanto maior a imersão e exposição ao novo idioma, mais rápido e fácil será o aprendizado.

Novidades FARM 2017!

A IL Corn, associação de produtores de milho de Illinois, fará análises gratuitas de água proveniente das propriedades rurais norte-americanas. Produtores rurais estão sendo encorajados a trazerem amostras de água de suas propriedades, incluindo canais de irrigação (tubos de PVC instalados no sub-solo), diques, lagos, lagoas, riachos; enfim, de toda fonte de água que ocorre dentro de suas propriedades, durante os dias que acontecem a Farm Progress Show 2017: De 29-31 de Agosto. Os resultados serão apurados em pouco tempo e orientarão os produtores quanto a concentração de nitrato na água; além de servir de base de recomendação de nutrientes.

 

Campos demonstrativos de milho: Em meados de Abril de 2017, 122 hectares (300 acres) de milho foram plantados na área de demonstração da Farm Progress Show; os quais serão colhidos durante a Feira ( 29-31 de Agosto), nas famosas demonstrações dinâmicas de colheita. Será, este ano, a maior área de campo demonstrativos de milho dos EUA.

 

O plantio contou com a cooperação de 04 produtores locais, usando 01 semeadora de 16 linhas e mais 03 de 24 linhas. Foram semeados híbridos de milho do estado de Wisconsin (Estado ao norte de Illinois), diferentes do híbridos semeados no estado de Illinois. O espaçamento utilizado, em sua maioria, foi o de 50 cm entre linhas (20 inch.). Sendo este item muito polêmico e variável nas propriedades, cerca de menos a metade dos 122 hectares de milho poderão ter espaçamento menores de 50 cm.Foi construído um prédio fixo da empresa de maquinários Case IH, o qual foi usado para a primeira reunião dos expositores da Feira este ano. Segundo organizadores, ficou uma bela edificação.

 

Infra-estrutura: Com a parceria ente a Farm Progress Show e Richland Community College, vários acessos, estradas, estão sendo reformados. O local da feira, inaugurada em 2005, tem recebido tráfego pesado de maquinários e cargas, exigindo uma reforma nas vias. Para algumas áreas de demonstração, serão adicionados cascalho, garantindo melhor acesso; embora a previsão climática seja otimista. Comparado com 2015, haverá uma expansão em área neste ano, mudando alguns setores do recinto. A organização da FPS deste ano aguarda ocupar todos os 600 estandes, que deverão ficar prontos para receber dezenas de milhares de visitantes !. Até a Farm Progress Show edição 2017!

(Decatur, IL – 29-31 de Agosto)

A nova era da precisão agrícola

A nova era da precisão agrícola

 

Pode ser retórica porém, a agricultura brasileira que já se destaca no cenário Global pela sua grandiosidade, diversidade e tecnologia empregada ainda vai e já está encarando um novo patamar na sua história. E esta mudança vai influenciar no perfil do nosso produtor atual ou melhor, empresário rural.

Ouvimos jargões como: big data, iot (internet das coisas), agricultura de precisão, softwares de gestão da propriedade, telemetria, etc

O nosso empresário rural além de toda a carga de gestão hoje sob sua responsabilidade para a condução de seus cultivos – quando e o que plantar, tratos culturais, colheita, armazenagem, comercialização, aquisição de insumos modernos, renovação de frota de máquinas,  dentre outras atividades afins, terá que mudar a sua forma de visão e aprimorar os seus conhecimentos no mundo tecnológico.

Maquinário inteligente, auto dirigido, piloto automático, drones, mapeamentos de precisão de talhões, software de monitoramento de solo e presença de pragas/doenças, medidor de condutividade de solo, ….

…otimizando tempo e recursos empregados nas correções de solo e tratos culturais, monitoramento de gastos da frota da propriedade gerando ganhos substanciais pela otimização de uso e   gastos com combustível, quantidade correta de insumos aplicados,

taxa variável de sementes, …

 

…e tudo isto gerando um banco de dados imenso de informações preciosas, criando séries históricas ano após ano, demandando habilidade de inteligência de negócio para o devido  cruzamento de dados, interpretação e criação de cenários para a correta tomada de decisão. Precisão de operações, tomada de decisão  assertiva, economicidade no uso de recursos, menor impacto ambiental, maiores ganhos de escala e maior retorno financeiro.

Foi-se a era da agricultura displicente, de ganhos mascarados, despojada e do tipo que na próxima safra dá-se um jeito. A paixão pelo Agro vai continuar como sempre porém, uma paixão que dosa o sentimentalismo com a realidade e visão de futuro – abertura de novas frentes de trabalho mais high tech, novos profissionais oxigenando o setor, sem nunca no entanto, se perder a grande missão de alimentarmos o mundo!

Nosso website guarda cookies de estatísticas de visitas para sempre melhorar sua experiência de navegação. E, ao navegar, você concorda com essas condições.

Open chat
Como te ajudamos hoje?
Fale com um Especialista CAEP.