Velozes e Furiosos no AGRO

Que a Alemanha é mundialmente conhecida por seus automóveis de alta performance todo mundo já sabe! Marcas como VW, Mercedes-Benz, Porsche, Opel, Audi e BMW desfilam pelas ruas e rodovias do país esbanjando qualidade e design arrojado. Entretanto, quando o assunto é AGRO, sem dúvida o que não falta é: tecnologia, inovação, modernidade. Resultado: o nosso público vai ao delírio!

No início do mês de Novembro, estivemos em Hannover para a Agritechnica 2019, a principal feira de inovação e tecnologia agrícola do mundo, e ficamos hipnotizados pelos possantes mais incríveis que o Agronegócio poderia apresentar até o momento.

A FENDT conquistou diversos prêmios com seus maquinários e, dentre eles, o de “Trator do Ano 2020” com o Fendt 942 Vario, que permite o gerenciamento de frota e a otimização do trator em baixa velocidade. A famosa John Deere apresentou trator elétrico autônomo, que pode ser equipado com rodas ou esteiras, não emitindo poluentes durante a operação e com níveis de ruído extremamente baixos. A marca italiana Lamborghini fez com que os olhos dos visitantes brilhassem com a demonstração de três máquinas de acabamentos requintados, funções sofisticadas e designs impressionantes. Um trator mais impressionante que o outro, fazendo jus ao título deste texto.

A feira de 400 mil metros quadrados representou uma verdadeira vitrine tecnológica, expondo maquinários extremamente avançados e inovadores no quesito sustentabilidade, inspirando produtores e empresários do setor. Pegue uma carona nessas máquinas, rumo ao futuro do Agronegócio.

De volta para o futuro: Agritechnica

Hoje é dia de voltar no tempo, ou melhor, voltar ao início do mês de novembro. Dos dias 8 a 14 de novembro estivemos em Hannover (Alemanha) e visitamos com um incrível grupo de produtores a Agritechnica, uma feira onde foi possível vivenciar o futuro do Agronegócio.

Na principal feira mundial de tecnologia agrícola, as maiores empresas do setor apresentaram as mais novas tecnologias de máquinas e agricultura de precisão, impactando os visitantes com tanta modernidade. Dentre as inúmeras inovações expostas, a gigantesca estrutura da feira teve destaque para: as máquinas autônomas, os tratores que poderão ser abastecidos com combustíveis alternativos e também movidos com motores elétricos, e os drones inteligentes de alta capacidade para mapeamento de área e pulverização.

Informações e inovações em sustentabilidade operacional não faltaram! Uma verdadeira viagem ao futuro!

Além da Agritechnica, também superamos a expectativa de nossos viajantes com um roteiro personalizado e experiências diferenciadas neste país que respira tradição e modernidade ao mesmo tempo. Preparamos tour gastronômico exclusivo para conhecer a culinária local e degustar cervejas artesanais, passeios impressionantes explorando a história dos pontos turísticos, visita inspiradora em uma das maiores fábricas de tratores, programação especial para os amantes de carros e tantas outras experiências que já deixaram saudades.

Ficou de fora desta edição de 2019? Suba na máquina do tempo e seja transportado até nossa viagem através das fotos que tiramos por lá.

Preparado para as próximas viagens ao futuro do agronegócio? Fique por dentro do calendário das feiras técnicas clicando aqui e entre em contato conosco!

Canadá: um destino e diversos pontos positivos

Há quem diga que o Canadá é um dos destinos queridinhos dos brasileiros quando o assunto é intercâmbio de estudos.  Os pontos positivos ficam por conta da qualidade de vida; localização do país; tipos e duração dos cursos oferecidos; tipos de acomodação; dólar canadense mais barato que o dólar americano; população multicultural; e instituições de ensino de ponta.

Entretanto, cá entre nós do mundo Agro, o que nos interessa mesmo é o fato de que a agricultura canadense é uma das MAIORES CONTRIBUIÇÕES para a economia do país e lidera como o QUINTO maior exportador mundial de produtos agrícolas, tais como linhaça, canola, leguminosas, trigo duro, ervilha, lentilha e mostarda. Isso mesmo, o QUINTO!!

Não bastando, imagina que a cada oito empregos canadenses um é relacionado com a indústria agrícola; e para cada agrônomo formado há três empregos disponíveis? Pois é, o destino bomba quando o assunto é grãos e emprega 40.000 pessoas somente no estado de Ontário. É um recorde impressionante de criação de empregos, avanço tecnológico e sustentabilidade ambiental!

E como não poderíamos ficar de fora deste destino tão cobiçado, a CAEP proporciona duas experiências superinteressantes: os cursos de idiomas e o Farmstay. Os cursos de idiomas são dedicados para as pessoas que desejam aprender ou aperfeiçoar o inglês ou francês (já que no estado de Quebec é a língua que predomina). Já o programa Farmstay, além da possibilidade de estudar inglês, fala-se também a língua do agronegócio: uma imersão em uma fazenda para vivenciar o cotidiano de uma família tipicamente do campo e realizar as atividades de rotina geral.

Neste país tipicamente frio, o que não vai faltar é frio na barriga para embarcar em uma experiência de conhecimento e imersão ao agro! Quer saber mais? Fale com a gente clicando aqui.

EPISÓDIO 2: INTERCÂMBIO AGRÍCOLA

Hey, comunidade Caep!! Temos hoje no blog o segundo episódio do “bate-bola jogo rápido” mais esclarecedor do mundo AGRO que você vai conhecer nessa rede online! Respondemos as perguntas mais recorrentes sobre intercâmbio agrícola, de uma forma bem ligeira! É pá pum!

1. Quais os países de destino disponíveis atualmente?

Estados Unidos, Holanda e Nova Zelândia.

Israel também está disponível, mas o programa é voluntário.

2. O intercâmbio agrícola é um programa remunerado?

Sim, exceto para o destino Israel.

3. Quais são os requisitos para participar de um programa de intercâmbio agrícola?

Idade, experiência prática na área de interesse e inglês.

4. Quais as opções de áreas disponíveis atualmente?

Estados Unidos: Enologia; Floricultura; Viveiros; Apicultura; Equinos; Fruticultura; Olericultura; Gado de Corte; Gado de Leite; Suínos; Grãos.

Holanda: Floricultura; Fruticultura; Gado de Leite; Olericultura; Viveiros.

Nova Zelândia: Gado de Leite

Israel: Kibbutz

5. Com qual idade posso me candidatar?

Estados Unidos: entre 19 e 28 anos

Holanda: entre 19 e 28 anos

Nova Zelândia: entre 19 e 30 anos

Israel: entre 19 e 35 anos

6. Tem período específico para se aplicar e iniciar o programa?

A depender do país de destino e da área escolhida.

7. Quanto tempo dura o programa?

Estados Unidos: mínimo 4 meses e máximo 1 ano;

Holanda: mínimo 3 meses e máximo 6 meses;

Nova Zelândia: mínimo 6 meses e máximo 1 ano;

Israel: mínimo 2 e máximo 6 meses.

8. A hospedagem é na própria fazenda que trabalho?

Sim

9. Qual o nível de inglês necessário para me candidatar?

Nível intermediário, capaz de compreender e conversar em inglês (lembre-se que as instruções do trabalho serão passadas em inglês). Para Israel: inglês ou espanhol básico.

10. O que a CAEP faz?

Resolve toda a burocracia desta viagem para você e cuida dos mínimos detalhes, como emissão do visto e documentos, em conjunto com os melhores parceiros internacionais, para que sua experiência seja incrível. Te orientamos para que você faça a melhor escolha de programa, curso, país e período, auxiliando em todas as etapas, inclusive compra de passagem aérea e demais detalhes personalizados especialmente para você.

Quer entrar em campo e bater esta bola com a gente? Entre em contato clicando aqui.

Farm Progress Show 2020 à vista!

Todo ano a Farm Progess Show rende muito assunto e não é à toa. A maior feira internacional do segmento  agropecuário, que acontece na terra dos norte-americanos, apresenta diversas inovações do setor, testes presenciais com maquinários de última geração, lançamento de tecnologias que influenciam no sucesso dos produtores e um grande encontro com os maiores fabricantes de equipamentos, sementes e defensivos agrícolas do mercado mundial.

 

Não tem como negar ser um dos eventos mais esperados pelos profissionais e empresas do ramo. Por isso mesmo, nunca é cedo demais para trazermos o assunto à tona. Pelo contrário, o tempo voa e não queremos que uma experiência de conhecimento como essa fique fora da sua agenda do próximo ano.

 

Prevista para acontecer dos dias 01 a 03 de Setembro de 2020, a Caep já lançou a contagem regressiva para experiências pessoais e profissionais incríveis. Nosso radar está a mil por hora, acompanhando de perto as novidades e criando roteiros atrativos personalizados para 2020! O ano promete! Consulte o nosso site, planeje-se e embarque!

Por que escolher a Austrália como destino Agro?

Podemos aprender muitas coisas com os mais jovens. E a Austrália, um país considerado novo e ao mesmo tempo uma das maiores economias do mundo, tem muito o que ensinar quando o assunto é agronegócio.

 

Pois é, nem só de paisagens naturais, pontos turísticos e animais exóticos que o país vive não! A agropecuária é, sem dúvida, um dos destaques desta forte economia. Há uma união de forças visando acelerar o desenvolvimento do setor: uma parceria entre o setor público, privado e acadêmico que investem em pesquisas relacionadas a genética, produtividade, bem-estar animal e sistemas de produção. No setor agrícola destacam-se: cerais, cana-de-açúcar e frutas.

 

Além disso, referência em educação, as opções de cursos oferecidos são excelentes. Desde cursos específicos de agro, até programas de intercâmbio de graduação, pós graduação, especialização ou de estudo da língua inglesa podem ser encontrados no país.

 

Agora imaginem unir o útil ao agradável? Unir uma viagem ao país das praias, zoológicos, parques, safari, junto com a experiência de imersão e tours de conhecimento sobre o agronegócio em feiras e fazendas técnicas.

 

Não há outra opção senão a de fazer as malas e pegar uma carona na bolsa dos cangurus, rumo a este destino enriquecedor em vários aspectos. A Austrália espera por vocês!

Pelos olhos de nossos intercambistas…

Quem acompanhou as notícias nestes últimos dias viu que as lavouras de grãos nos Estados Unidos foram afetadas por uma tempestade de neve. Vários estados como Minnesota, Dakota do Norte, Montana, Iowa e Wisconsin tiveram seus campos transformados em uma paisagem branca, postergando ou interrompendo a colheita.

Nós da CAEP viemos te mostrar toda esta situação sob a perspectiva de nossos intercambistas, que estão vivenciando este momento ao vivo e a cores junto com os produtores de alimentos. Gustavo Philippsen, Ramon Dijkstra e Carlos Zuanazzi, alunos do nosso programa de intercâmbio agrícola, vestiram a camisa de fotógrafos por um dia e nos mostraram em detalhes as consequências que a nevasca provocou nos campos agrícolas em que estão trabalhando.

 

*Gustavo Philippsen no município de Buchanan, Dakota do Norte. Intercâmbio em fazenda de lavoura de soja.

*Ramon Dijkstra no município de Windsor, Dakota do Norte. Intercâmbio em fazenda de lavoura de soja.

 Na saúde e na doença, na plantação e na colheita, na estiagem e na nevasca, no previsível e no imprevisível, os alunos vivenciam a experiência real e o dia a dia das fazendas no exterior. Programas como este dos nossos alunos possuem duração de 4 a 12 meses e, como podemos perceber, trazem uma bagagem de conhecimento incrível tanto para o lado profissional como para o pessoal.

Não tem tempo ruim quando o assunto é vivenciar experiências no mundo AGRO! Até em situações indesejáveis e surpreendentes é possível agregar no aprendizado técnico agrícola.

EPISÓDIO 1: INTERCÂMBIO DE ESTUDO

Hey, comunidade Caep!! Estreamos hoje no blog o “bate-bola jogo rápido” mais esclarecedor do mundo AGRO que você vai conhecer nessa rede online! Respondemos as 10 perguntas mais recorrentes sobre intercâmbio de estudos, de uma forma bem ligeira! É pá pum!

 

1. Quais são as modalidades de intercâmbio de estudos?

São quatro diferentes:

  • Cursos de idiomas;
  • Estudo + trabalho;
  • Farmstay;
  • Imersão na Universidade.

 

2. Qual o país de destino?

Conforme a sua preferência.

 

3. Com qual idade posso me candidatar?

Depende da modalidade de intercâmbio e do país escolhidos.

 

4. Tem período específico para iniciar o programa?

Sem restrição: curso de idiomas e estudo + trabalho

Com restrição: Farmstay (entre fevereiro e julho) e imersão na universidade (julho)

 

5. Quanto tempo antes preciso aplicar para o programa?

  • Cursos de idiomas: no mínimo um mês antes da data de início, mas pode variar de acordo com o país escolhido;
  • Estudo + trabalho: no mínimo quatro meses antes a data de início desejada;
  • Farmstay: no mínimo quatro meses antes a data de início desejada;
  • Imersão na Universidade: o quanto antes, pois as vagas são limitadas e podem esgotar a qualquer momento.

 

6. Quanto tempo dura um curso?

Depende do programa, mas no mínimo duas semanas.

Período máximo: um ano com possibilidade de extensão, dependendo do país e do programa.

 

7. Onde me hospedar?

Acomodação em residência estudantil ou casa de família, conforme sua preferência.

 

8. Qual o nível de inglês necessário para me candidatar?

Sem restrição: cursos de idiomas e estudo + trabalho.

A partir do nível básico: imersão na universidade.

A partir do nível intermediário: Farmstay.

 

9. Na modalidade de estudo + trabalho ou Farmstay é possível ser remunerado?

Remunerado: Estudo + trabalho, caso o estudante encontre um emprego. Os empregos são informais e não no setor agrícola.

Não remunerado: Farmstay.

 

10. O que a CAEP faz?

Resolve toda a burocracia desta viagem para você e cuida dos mínimos detalhes, em conjunto com os melhores parceiros internacionais, para que sua experiência seja incrível. Te orientamos para que você faça a melhor escolha de programa, curso, país e período, auxiliando em todas as etapas, inclusive compra de passagem aérea; contratação de seguro viagem e demais detalhes personalizados especialmente para você.

 

Quer entrar em campo e bater esta bola com a gente? Entre em contato clicando AQUI.

Lugar de mulher é no AGRO!

Lugar de mulher é onde ela quiser! E no Agronegócio não é diferente!!

 

Agricultoras, pecuaristas, cooperadas, produtoras, executivas e tantas outras profissionais do setor que entraram no negócio para agregar!

 

Chegaram pedindo licença e estão revolucionando um setor inteiro, desde insumos para a agropecuária, produção agropecuária primária, agroindústria (processamento) e AGRO serviços!

 

Hoje, de um setor tradicionalmente masculino, estamos caminhando para uma tendência onde a presença de ambos os gêneros se equipara e complementa. Uma salva de palmas para essa mudança de cenário!

 

E foi diante do aumento da participação das mulheres no agro, que surgiu o Congresso Nacional de Mulheres no Agronegócio (“CNMA”): um evento que a cada ano surpreende todos os sexos, de todas as idades. Sucesso desde o primeiro ano do CNMA, a quarta edição, que ocorrerá nos próximos dias 8 e 9 de outubro de 2019 na cidade de São Paulo, destacará a relevância feminina para o avanço inovador, rentável, sustentável e ético do agronegócio. Além de diversas palestras com pessoas renomadas e influentes do setor, o evento reproduzirá conhecimento, apresentará cases de sucesso e promoverá muito networking, principalmente entre mulheres de todo o país. Será um evento rico e inspirador!

HOLAMBRA vs HOLANDA: o trava línguas!

Se as flores pudessem falar (língua portuguesa ou holandesa), com certeza diriam para você que a 38ª edição da EXPOFLORA está rolando em Holambra (interior de São Paulo), entre os dias 30 de agosto à 29 de setembro.

 

A maior exposição de flores e plantas ornamentais da América Latina possui uma programação voltada aos finais de semana (de sexta-feira a domingo, das 9h às 19h) e veio para deixar o mundo agrícola ainda mais colorido. É neste evento que os principais produtores do  setor lançam novas variedades e tendências. Uma ótima oportunidade para ficar por dentro das novidades! #dicadaCAEP

 

Além disso, as flores também diriam para você não confundir Holambra com Holanda! Parece até um  trava línguas, mas além dos nomes parecidos e da fartura de espécies de flores e plantas, esses dois destinos estão mais próximos do que você pode imaginar! Sabia que apesar dos bons quilômetros de distância entre uma cidade no interior de São Paulo e um país Europeu, é possível viajar para a Holanda de uma forma bem mais simples? Pois é!

 

Apresentamos à vocês o intercâmbio agrícola para a Holanda, um programa personalizado por nós da CAEP, com duração de 3 a 6 meses, que pode explorar as seguintes áreas, conforme sua preferência: floricultura; fruticultura; gado de leite; olericultura; e viveiros! Você viaja e trabalha ao mesmo tempo. E melhor ainda: é remunerado por isso!

 

Tudo isso fica muito fácil porque somos uma agência especializada em viagens técnicas do agronegócio. Não tem estresse para você. Cuidamos de toda a burocracia da viagem, preparamos o programa personalizado, com os melhores parceiros internacionais, para que sua experiência seja incrível e repleta de aprendizado.

 

Preencheu os requisitos?

– Idade entre 19 e 28 anos;

– Experiência prática na área de interesse;

– Ter boa comunicação em inglês; e

– Estar matriculado em uma instituição de ensino agrícola.

 

Então que tal embarcar nesta experiência com a gente?

Das flores de Holambra diretamente para as flores de Holanda! Que sonho, hein?!

Vamos conversar: clique aqui!